sábado, 22 de abril de 2017

Publicidade: Big Festa e Eventos

Quer fazer sua festa de Aniversário ou Evento? Chame a Equipe da Big Festa. Trabalhamos com: Aluguel de Cama Elásticas, Pipoqueira,Máquina de Algodão Doce,Castelo Inflável, Palhaço e Muito Mais. Contatos: 98871-3465 / 99643-4686 Organização Wilson e Família.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Vem aí: O Tradicional são João da Comunidade Dia 23 de Junho em Santa Cruz/RN

Confira as atrações do Tradicional são João da comunidade umbu santa cruz, dia 23 de junho véspera de são João.




Você não pode ficar de fora desta grande festa, participem.

Operação Tiradentes no RN prende 23 pessoas e recupera 14 veículos roubados .


G1 – Após 24 horas de Operação Tiradentes no Rio Grande do Norte, a Polícia Militar prendeu 23 pessoas, recuperou 14 veículos roubados e apreendeu 12 armas e drogas. Um menor também foi apreendido. A operação aconteceu em 27 estados brasileiros e no Distrito Federal em conjunto entre a PM e o Corpo de Bombeiros.

A ação durou 24 horas, das 14h dessa quinta-feira (20), véspera do feriado de Tiradentes, até as 14h desta sexta-feira (21). O objetivo, segundo a PM, é a prevenção de crimes e a manutenção da ordem pública. A ação fez parte da Mega Operação Tiradentes, que aconteceu em 27 estados brasileiros e no Distrito Federal.

No Rio Grande do Norte, a operação envolveu 2323 policiais e 384 viaturas. Segundo a polícia, foram realizadas mais de 7 mil abordagens em todo o estado.


POLÊMICA: Por descumprimento de contrato, Zezo não se apresenta em Santa Cruz

O show que estava marcado para a véspera de feriado com o Cantor Zezo Potiguar em Santa Cruz não teve a apresentação do artista mas continua dando o que falar.
Através das redes sociais, foi publicado por pessoas ligadas ao evento que o artista não se apresentou porque na casa de show havia pouco mais de 300 pagantes e Zezo teria cobrado Dois mil Reais a mais do que o combinado.
Através de áudios no WhatsApp Zezo explicou a real situação.
Ele afirma que restavam ainda Dez Mil e Quinhentos Reais do contrato para ele receber e o contratante lhe ofereceu apenas Hum Mil e Quinhentos Reais, vendo a real situação ele abriu mão de Cinco Mil e Quinhentos bastando lhe pagarem Cinco Mil, e a contra proposta da organização do evento foram apenas de Quatro Mil, que ele recusou e não tocou.
Zezo ainda explica nos áudios que o mercado de eventos conta com muitos aventureiros que arriscam em um evento e contam com a própria sorte, sem ter recursos suficientes para bancar as despesas.

Informações dão conta que o cantor estará próxima semana em Santa Cruz em uma entrevista numa rádio local para esclarecer o acontecido.
Fonte: Trairí Agora

Prefeitura de Santa Cruz lança edital para seleção de professor estagiário; inscrições começam dia 24 de abril

A Prefeitura de Santa Cruz realizará Seleção Pública Simplificada de Estagiários para o preenchimento de 20 vagas e formação de cadastro de reserva. O objetivo é a contratação de professores, na condição de estagiário, com atuação no âmbito da Secretaria Municipal de Educação.
Segundo o edital do certame (Edital nº 001/2017), poderão participar do processo seletivo alunos que estiverem com matrículas e frequência regular no curso de pedagogia, no ensino superior.
As inscrições estarão abertas entre os dias 24 de abril até 28 de abril de 2017. A documentação será entregue pessoalmente ou mediante procuração, com firma reconhecida no cartório, no Centro Administrativo José Josias Bezerra, localizado à rua Antônio Henrique de Medeiros, nº 219, centro, Santa Cruz/RN (antigo PETI), no horário de 08h às 12h e das 14h às 17 horas.
Todas as informações necessárias estão disponíveis no Edital nº 001/2017.
FOTO-PROFESSOR
Foto: André Fotos

Blog da Cidade de Santa Cruz

Japí/RN: Policiais e bandidos entram em confronto durante operação

Policiais e bandidos entraram em confronto durante uma operação no Sítio Arisco, zona rural de Japi, na tarde da última Quinta-Feira (20). A ação, uma parceria da GTO (Grupo Tático Operacional) em apoio ao Destacamento de Japi, teve o objetivo de capturar os acusados pelo duplo homicídio do último dia 19, na comunidade Casinhas. Não há informações de feridos.

Durante a chegada dos policiais houve intenso tiroteio após os bandidos avistarem as viaturas se aproximando do esconderijo. Eles conseguiram fugir pelo mato.

Após a fuga dos criminosos, as equipes realizaram buscas na residência e encontram um carregador de pistola .40, um colete à prova de bala, uma toca ninja, vários grampos e munições. 

De acordo com o Major Moura, a polícia não conhecia a comunidade e isso facilitou na fuga nos indivíduos. ''A zona rural de Japi está tomada por criminosos que participam de pelo menos duas quadrilhas responsáveis por diversos roubos, assaltos e mortes na região'', relatou ao Blog do Joabson Silva.

Fonte:Joabson silva

Organização lança campanha para incentivar solidariedade por meio do abraço

Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil
A organização social Abrace Mais lançou hoje (21) a edição de 2017 da campanha Brasília, Capital Mundial do Abraço, na data em que se celebra o aniversário de 57 anos da capital federal. O objetivo é promover reflexões sobre o tema Doar Faz Bem e estabelecer pontos de recebimento de doações para desenvolver a cidadania e as culturas da solidariedade e da sustentabilidade.
O coordenador do Abrace Mais, professor Francisco Filho, explicou que, para promover uma educação de qualidade, é preciso criar um vínculo com a solidariedade. “Começamos a desenvolver o Abrace Mais-Doar faz bem. E, por meio da cultura do desapego, você doando aquilo que você tem e que não está utilizando, aquilo vai fazer bem para alguém”, disse.
O Abrace Mais começou a ser desenvolvido em escolas e, em 2016, promoveu ações em eventos e instituições públicas e privadas. Cerca de 50 pessoas, principalmente professores e servidores da rede de educação, trabalham na organização e acabam multiplicando as ações para outros grupos sociais. No ano passado, segundo Francisco, mais de 30 instituições filantrópicas foram atendidas com as doações.
“Estamos agora na terceira edição do Abrace Mais-Doar faz bem com o objetivo de fazer com que cada escola se torne escola do abraço. Porque onde tem a escola do abraço desenvolve-se a cultura da solidariedade, promove-se o desapego e assiste-se a outras vidas”, explicou o professor de sociologia.
A campanha foi lançada durante eventos de comemoração do aniversário de Brasília, no Parque da Cidade, e, durante trinta dias (até 22 de maio, Dia do Abraço), pontos espalhados pela cidade receberão doações. Nesses locais, as pessoas podem entregar roupas, calçados, brinquedos e cestas básicas. O grupo também recebe doações de móveis. Um dos pontos de doação é a administração do Parque da Cidade, no estacionamento 13.
“O desapego é um estilo de vida. Um dos remédios para o estresse da comunidade é praticar a cultura do desapego, viver com o essencial”, explicou Francisco.
Mais informações sobre como colaborar com o Abrace Mais estão disponíveis na página do grupo no Facebook.

Edição: Lílian Beraldo

Campanha Baleia Rosa usa redes sociais para incentivar boas ações

Mariana Tokarnia - Repórter da Agência Brasil
Uma página nas redes sociais traz 50 tarefas para serem executadas, uma por dia, para promover o bem, tanto aos outros, como a si mesmo. A campanha Baleia Rosa está no ar desde 13 de abril, no Facebook. Em pouco mais de uma semana, a página foi curtida por mais de 240 mil pessoas.
Criado por dois amigos publicitários, o projeto tem página no Facebook, no Twitter e no Instagram, além do site oficial. Entre as tarefas propostas, estão olhar no espelho e agradecer por tudo que tem na vida, ligar para os avós, usar uma roupa nova em plena segunda-feira, pedir desculpas ou perdoar alguém – desbloquear nas redes sociais também vale – e conversar com alguém com quem não fala há muito tempo.
A intenção é que os chamados filhotes rosa, aqueles que aceitam o desafio, postem nas redes sociais registros das tarefas executadas.
“Estamos vivendo uma época de muita descrença, ódio, negatividade, impaciência, indiferença, incertezas. Parece que falta esperança nas pessoas! Nadando contra esta maré, sabemos que a internet pode ser uma poderosa ferramenta para reverter este quadro. Acreditamos que todos têm a capacidade de ajudar outras pessoas e construir o bem”, diz a descrição da página.
Inicialmente voltado a adolescentes, o projeto também conquistou seguidores adultos. Os criadores, um rapaz de 28 anos e uma moça de 30, preferem não se identificar. Acreditam que as pessoas se sentem mais confortáveis em desabafar e procurá-los sem conhecer o interlocutor.
“Fizemos uma lista com 80 tarefas e fomos enxugando até chegar em 50. Começou a viralizar. Nossa ideia é disparar um pouco o bem e fazer com que as pessoas se olhem mais, melhorem a autoestima”, dizem.
Desde quando a campanha entrou no ar, os criadores foram procurados por pessoas que pediam ajuda, que se sentiam deprimidas de alguma forma. Para lidar com casos mais complicados, contam com ajuda de uma psicóloga. Eles estão compilando uma lista de psicólogos que atendem gratuitamente para divulgar nas redes. “Temos de acordar, têm muitos adolescentes que estão com problemas, que têm depressão, e isso não é frescura, não é coisa simples”, alertam.
A Baleia Rosa não pretende encerrar as atividades com 50 tarefas. O grupo estuda lançar novos conjuntos de desafios. Os criadores dizem, no entanto, que várias páginas têm surgido com o mesmo nome e nem sempre “bem intencionadas”. Eles orientam a olhar a certificação nas redes sociais de que a página é a verdadeira. Eles não têm grupo no WhatsApp.
Depressão
No Dia Mundial da Saúde, em 7 de abril, a Organização Mundial da Saúde (OMS) escolheu a depressão como tema. O número de pessoas que vivem com o problema, segundo a OMS, aumentou 18% entre 2005 e 2015. A estimativa é que atualmente mais de 300 milhões de pessoas de todas as idades sofram com a doença em todo o mundo.
Outro dado alarmante é o que mais de 800 mil pessoas cometem suicídio a cada ano no mundo. No Brasil, o último dado do Ministério da Saúde mostra que em 2014 foram mais de 10,6 mil casos no país. Um dos canais para obter ajuda é o Centro de Valorização da Vida (CVV), que pode ser acionado tanto por telefone como pela internet.

Edição: Wellton Máximo

Aos 57 anos, Brasília vive transformação de projeto urbanístico original

Heloisa Cristaldo - Repórter da Agência Brasil
Brasília - Foto aérea do lago Paranoá
Foto aérea do pôr-do-sol no Lago ParanoáWilson Dias/Agência Brasil
Cenário das principais disputas políticas do país, a capital dos brasileiros completa 57 anos nesta sexta-feira (21). Planejada pelo urbanista, arquiteto e professor Lúcio Costa em 1957, por meio de dois traços que representavam Sul e Norte, concebeu os eixos do projeto e apresentou o Plano Piloto da nova capital do Brasil, inaugurada em 21 de abril de 1960.
A Agência Brasil ouviu o professor de projetos de arquitetura e urbanismo da Universidade de Brasília (UnB) Cláudio Villar de Queiroz, sobre os principais elementos arquitetônicos - atuais e passados - da capital federal. O professor trabalhou com Oscar Niemeyer por dez anos e é conhecedor do projeto original de Lúcio Costa.
Morador de Brasília há 56 anos, Queiroz defende a manutenção da essência da capital como “Cidade Parque”. Para o professor, a filosofia do Plano Piloto, onde há uma integração entre os edifícios e a natureza, corre risco com a portaria 166/2016, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A medida substitiu outra normativa, escrita sob a supervisão do próprio Lúcio Costa. Se por um lado o documento reafirma princípios da proposta original da cidade, como as escalas e a estrutura urbana do Plano Piloto, por outro, permite o uso residencial em lotes à beira do Lago Paranoá, libera a criação de lotes no Eixo Monumental e admite a instalação de pequenos comércios entre prédios da Esplanada dos Ministérios. Para o professor, a legislação pode tranformar Brasília em uma “cidade qualquer”. Na entrevista, ele analisa qual é o futuro urbanístico da cidade e lembra os princípios do projeto de Lúcio Costa . Confira:
Planejamento de transferência da capital federal
Brasília - O Catetinho, primeira residência oficial do presidente Juscelino Kubitschek na capital federal (Wilson Dias/Agência Brasil)
O Catetinho foi a primeira residência oficial do presidente Juscelino Kubitschek na capitalWilson Dias/Agência Brasil
A mudança da capital do Rio de Janeiro para Brasília era uma questão estratégica e foi um plano nacional, civilizatório, uma expectativa dos primeiros brasileiros ainda no século 16, de que a capital do Brasil tinha que ser no centro do país.
Brasília responde, do ponto de vista de planejamento nacional, como a primeira cidade do mundo que fez o estudo de impacto do meio ambiente mais severo e mais amplo. Isso é muito interessante para Brasília e a resposta é o tombamento como Patrimônio Cultura da Humanidade, a primeira capital moderna do mundo em que acontece isso. É uma condição muito interessante para nós, arquitetos, olharmos Brasília por esse viés. É mais forte do que nós, é a nossa certidão de nascimento da civilização brasileira.
Plano Piloto
Brasília - Rodoviária do Plano Piloto (Wilson Dias/Agência Brasil)
Rodoviária do Plano Piloto, localizada na área central do "avião" de Lúcio CostaWilson Dias/Agência Brasil
Lúcio Costa dizia que o que interessava no momento era mudar a capital, ter as necessárias edificações para que essa nova capital funcionasse e para que o povo se abrigasse e viesse para cá. Essa atribuição era o que delimitava a construção da nova capital. Ele completa, inclusive, que todo aquele planejamento para a cidade se desenvolver seria feito a seguir. Então, a parte do Plano Piloto foi feita no concurso e posteriormente construída no que se tornou Brasília. E depois que foi crescendo, deveria ter sido objeto de um planejamento, pelo menos, análogo ao inicial. Mas isso se deu de outra maneira, acho que dentro da forma que pôde ser, dentro da realidade.
Brasília foi criada para abrigar uma determinada polução. Quando a gente fala em população se adota o entorno imediato e chega-se atualmente a quase 4 mihões de habitantes, Mas quando se fala a respeito dessa grande população, é importante esclarecer um equívoco. O Plano Piloto foi planejado para ter 500 mil habitantes, o que ainda não existe nessa região. Há muitas áreas para serem complementadas.
Renovação e conservação
Brasília - Superquadra 305, na Asa Sul (Wilson Dias/Agência Brasil)
Superquadra 305, na Asa SulWilson Dias/Agência Brasil
No meu entendimento, a portaria escrita sob a supervisão de Lúcio Costa, referente ao tombamento local e nacional, apresentava como se deve respeitar o Plano Piloto. A nova determinação do Iphan jogou de lado o que havia sido produzido e criou uma coisa gigantesca para todo o Distrito Federal. Do ponto de vista da preservação da cidade, permite que Brasília seja levada como uma cidade qualquer. De fato existe na preservação de Brasília essa dialética entre "uns e outros". Tem uns que acham que Brasília tem que ser preservada, mas tem outros pensam que ela tem que evoluir como uma cidade qualquer e ser derminada pelo mercado imobiliário e todas essas leis que fazem esses espaços urbanos se tornarem o que são. Em Brasília, há uma expectativa de que o mercado disponha de mais recursos e essa nova lei facilita, de certa maneira, que se torne uma cidade mais comum nessa ordenação.
Essa invenção da Superquadra, que é fantástica e se tem tudo ao seu alcance em 200 metros a pé, são expectativas que correm risco e isso é realmente um aspecto a lamentar. Mas não podemos viver lamentando Brasília, do que tinha que ser e não vai mais ser. A gente precisa apresentar o que ela tem de compensador, que é essa condição de “Cidade Parque”. O que é péssimo nessa nova legislação é que ela vai comendo pelas beiradas, permitindo demais, e não existe uma defesa ativa.
Cidade em construção
Brasília - Ermida Dom Bosco (Wilson Dias/Agência Brasil)
Ermida Dom Bosco Wilson Dias/Agência Brasil
Brasília está se constituindo ainda. Atualmente, a cidade com quase 60 anos nos mostra que temos que ter noção dessa contínua construção, renovação. E em Brasília tudo é possível, ao contrário do argumento de engessamento. Esse temo parece que a cidade está doente, mas ela é extremamente saudável ao lado de diversas cidade do mundo. Você pode derrubar qualquer prédio de Brasília e construir outro, basta se respeitar a proporação da escala em que ele está inserido. O saudável para Brasília é justamente esse equilíbrio entre a renovação e a preservação.
A cidade é interessante porque a arquitetura é fundamentada nesse tripé: racionalidade, funcionalidade e estética. O arquiteto trabalha com essa formação. Hoje em dia eu vejo que essas três coisas podem ser alteradas. Brasília é admirada pelo erudito e pelo temporal. Ela é extremamente brasileira, mas é cosmoplita.
A cidade pode ser preservada e as pessoas que voltarem aqui reconhecerão a cidade pelo seu horizonte, pelo céu. Enquanto a cidade estiver preservada dentro de sua escala e proporção, a cidade vai estar muito bem. Se for preservada como quem quer colocar um cubo de gelo na geladeira, ela vai ficar artificial, inodora, deserotizada. Se ela for respeitada nessa condição fundamental, sendo preservada nos seus aspectos essenciais. Se não, ela pode se transformar em qualquer centro histórico.
Entorno
Brasília - Taguatinga (Wilson Dias/Agência Brasil)
Taguatinga, cidade do entorno do Plano PilotoWilson Dias/Agência Brasil

Não acredito que o entorno possa se tornar uma catástrofe do tipo Águas Claras [região administrativa do entorno], que vem como uma serpente invadir o Plano Piloto. Não acho que tudo que possa acontecer de ruim esteja das portas do Plano Piloto para fora. Gostaria que as cidades do entorno mirassem um pouco na condição digna de Brasília, onde você tem o edifícios quase embriagados em uma tormenta de verdor, com a natureza ao redor, como um navio no meio do mar e a água em volta.
Lúcio Costa criou, o que não estava previsto no planejamento original, as quadras residenciais  chamadas de 400 [sem os famosos pilotis] que também previa receber aquela população de servidores mais simples que vinham do Rio de Janeiro para trabalhar e que o padrão Plano Piloto não permitia. Então, ele criou essas quadras 400, que são verdadeiros padrões de dignidades porque, apesar de simples, o espaço urbano é muito favorável à convivência humana, à criação de um filho. Não sei porque as pessoas começam a liberar geral como aconteceu com o Guará, Taguatinga. Há teses que dizem que não se queria que fizesse nada parecido com as superquadras, fora do Plano Piloto porque iam desfigurar a imagem da cidade. Isso não faz sentido, Brasília foi feita para ser vista não como um objeto dentro de uma redoma, mas como algo que orienta, determina uma condição humana e nisso ela foi muito bem sucedida, porque a qualidade de vida não deixa de ser boa.
Morar em Brasília é uma experiência humana fundamental, tenho amigos que vieram de várias cidades do Brasil e se encantam com a cidade. Filhos de militares resistem a sair do Rio de Janeiro para passar três anos aqui, mas o tempo passa e eles não querem mais sair porque a cidade é aprazível. Acho que as cidades do entorno deviam tentar captar um pouco da qualidade, desse índice de desenvolvimento urbano que Brasília tem, do que tentar imitar as cidades tradicionais, que não é uma coisa correta. A tradição vem com o tempo, e ela não é uma coisa a ser evitada.

1 / 27
Legend
Credit
Fullscreen
Brasília - Palácio do Planalto (Wilson Dias/Agência Brasil)
Edição: Amanda Cieglinski

Prazo para enviar declaração do Imposto de Renda acaba daqui a uma semana

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil*
O contribuinte que ganhou mais de R$ 2.196 por mês no ano passado, incluindo o décimo terceiro salário, tem mais uma semana para acertar as contas com Leão. Acaba no próximo dia 28 o prazo para enviar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física.
Segundo o balanço mais recente divulgado pela Receita Federal, pouco mais da metade dos contribuintes haviam cumprido a obrigação com o Fisco. Um total de 14.585.859 declarações haviam sido recebidas até as 17h de ontem (20). O número equivale a 51,5% do total de 28,3 milhões de documentos esperados.
O prazo de entrega começou em 2 de março e vai até as 23h59 da próxima sexta-feira (28). O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado.
Mudanças
Neste ano, a declaração do Imposto de Renda teve uma série de mudanças. As principais são a redução da idade mínima na apresentação do CPF de dependentes (passou de 14 para 12 anos) e a incorporação do Receitanet, programa usado para transmitir a declaração, ao programa gerador do documento.
Quem deve declarar
Além de quem recebeu rendimentos superiores a R$ 28.559,70, também precisa declarar o Imposto de Renda quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; quem obteve, em qualquer mês de 2016, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito a incidência do imposto; ou quem realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e de futuros.
Quando se trata de atividade rural, é obrigado a declarar o contribuinte com renda bruta superior a R$ 142.798,50. Quem pretende compensar prejuízos do ano-calendário 2016 ou posteriores ou quem teve, em 31 de dezembro do ano passado, a posse ou propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, com valor total superior a R$ 300 mil, também deve fazer a declaração.
Restituição
A Receita Federal pagará a restituição do IRPF em sete lotes, entre junho e dezembro deste ano. O primeiro lote será pago em 16 de junho, o segundo em 17 de julho e o terceiro em 15 de agosto. O quarto, quinto e sexto lotes serão pagos, respectivamente, em 15 de setembro, 16 de outubro e 16 de novembro. O sétimo e último lote está previsto para ser pago em dezembro.
Ao fazer a declaração, o contribuinte deve indicar a agência e a conta bancária na qual deseja receber a restituição. Idosos, pessoas com deficiência física, mental ou doença grave têm prioridade para receber a restituição.
*Colaborou Mariana Branco

Edição: Lidia Neves

Prazo para enviar declaração do Imposto de Renda acaba daqui a uma semana

Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil*
O contribuinte que ganhou mais de R$ 2.196 por mês no ano passado, incluindo o décimo terceiro salário, tem mais uma semana para acertar as contas com Leão. Acaba no próximo dia 28 o prazo para enviar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física.
Segundo o balanço mais recente divulgado pela Receita Federal, pouco mais da metade dos contribuintes haviam cumprido a obrigação com o Fisco. Um total de 14.585.859 declarações haviam sido recebidas até as 17h de ontem (20). O número equivale a 51,5% do total de 28,3 milhões de documentos esperados.
O prazo de entrega começou em 2 de março e vai até as 23h59 da próxima sexta-feira (28). O programa gerador da declaração está disponível no site da Receita Federal. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado.
Mudanças
Neste ano, a declaração do Imposto de Renda teve uma série de mudanças. As principais são a redução da idade mínima na apresentação do CPF de dependentes (passou de 14 para 12 anos) e a incorporação do Receitanet, programa usado para transmitir a declaração, ao programa gerador do documento.
Quem deve declarar
Além de quem recebeu rendimentos superiores a R$ 28.559,70, também precisa declarar o Imposto de Renda quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil; quem obteve, em qualquer mês de 2016, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito a incidência do imposto; ou quem realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias e de futuros.
Quando se trata de atividade rural, é obrigado a declarar o contribuinte com renda bruta superior a R$ 142.798,50. Quem pretende compensar prejuízos do ano-calendário 2016 ou posteriores ou quem teve, em 31 de dezembro do ano passado, a posse ou propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, com valor total superior a R$ 300 mil, também deve fazer a declaração.
Restituição
A Receita Federal pagará a restituição do IRPF em sete lotes, entre junho e dezembro deste ano. O primeiro lote será pago em 16 de junho, o segundo em 17 de julho e o terceiro em 15 de agosto. O quarto, quinto e sexto lotes serão pagos, respectivamente, em 15 de setembro, 16 de outubro e 16 de novembro. O sétimo e último lote está previsto para ser pago em dezembro.
Ao fazer a declaração, o contribuinte deve indicar a agência e a conta bancária na qual deseja receber a restituição. Idosos, pessoas com deficiência física, mental ou doença grave têm prioridade para receber a restituição.
*Colaborou Mariana Branco

Edição: Lidia Neves

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Presidente da Colômbia diz que "revolução bolivariana fracassou"

Da Agência EFE
O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, disse nesta quinta-feira (20) que "a revolução bolivariana fracassou" e que assim tinha advertido há seis anos o então presidente do país, Hugo Chávez. "Há 6 anos, adverti a Chávez: a revolução bolivariana fracassou", escreveu Santos em seu Twitter. A informação é da Agência EFE.
Este é o terceiro pronunciamento do chefe de Estado colombiano sobre a situação na Venezuela. Antes, ele tinha feito a advertência para expressar "séria preocupação" com o anúncio do presidente Nicolás Maduro sobre um plano para expandir a Milícia Bolivariana, armando milhares de civis. Santos pediu ontem à chanceler María Ángel Holguín que denuncie a decisão à Organização das Nações Unidas (ONU).
A Colômbia e a Venezuela compartilham uma fronteira terrestre de 2.219 quilômetros e por isso a crise no país vizinho é seguida com atenção pelas autoridades de Bogotá.
O governo colombiano acompanha os fatos recentes ocorridos na Venezuela, onde foram convocadas para hoje novas manifestações da oposição.

Lei que institui Dia Nacional do Perdão é sancionada

Paula Laboissière* - Repórter da Agência Brasil
A partir deste ano, 30 de agosto será lembrado como o Dia Nacional do Perdão. A lei que institui a data foi sancionada ontem (19) pelo presidente Michel Temer e publicada hoje (20) no Diário Oficial da União.
O projeto de lei foi aprovado em abril de 2015 na Câmara dos Deputados e no último dia 28 nos Senado Federal. A deputada Keiko Ota (PSB-SP), autora do texto, escolheu a data em alusão ao dia da morte de seu filho, Ives Ota, sequestrado e assassinato aos 8 anos.
Na justificativa para o PLC 31/2015, Keiko afirma que o objetivo é propor uma reflexão sobre o tema, além de ressaltar a luta de diversos movimentos sociais e parentes por justiça. Ela e o marido, Masataka Ota, fundaram, em 1997, o Movimento Paz e Justiça Ives Ota.
“Lembro a memória de meu filho, Ives Ota, sequestrado e assassinado brutalmente aos 8 anos. Eu e meu marido, Masataka Ota, perdoamos aqueles que causaram esse mal à minha família”, destacou a deputada.
Ives Ota foi sequestrado em casa, na zona leste de São Paulo, em agosto de 1997. Por ter reconhecido um dos homens, que era policial militar e fazia bico como segurança em uma loja da família, o garoto foi morto na madrugada do dia seguinte. Mesmo depois da execução, o grupo continuou negociando o resgate. Os três envolvidos no caso foram condenados.

*Com informações da Agência Senado

Edição: Lílian Beraldo

Protomártires do Brasil serão canonizados em 15 de outubro proximo

Brasil terá seus 30 primeiros mártires em 15 de outubro - RV
20/04/2017 12:05
Cidade do Vaticano (RV) - O Papa Francisco presidiu, nesta quinta-feira (20/04), o Consistório Ordinário Público realizado na Sala do Consistório, no Vaticano, em que foram definidas as datas de novas canonizações
Os protomártires do Brasil serão canonizados pelo Papa Francisco, em 15 de outubro próximo, na Basílica de São Pedro.
Os futuros santos são: André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, sacerdotes diocesanos, e Mateus Moreira e seus vinte e sete companheiros leigos, que em 1645, no Rio Grande do Norte, derramaram seu sangue por amor a Cristo. 
Conhecidos como mártires de Cunhaú e Uruaçu foram beatificados no ano 2000
Em 16 de julho de 1645, o Pe. André de Soveral e outros 70 fiéis foram cruelmente mortos por 200 soldados holandeses e índios potiguares. Os fiéis estavam participando da missa dominical, na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú – no município de Canguaretama (RN). 
Em 03 de outubro de 1645, três meses depois, houve o massacre de Uruaçú. Padre Ambrósio Francisco Ferro foi torturado e o camponês Mateus Moreira, morto. 
Os invasores calvinistas não admitiam a prática da religião católica.
Na entrevista concedida a Cristiane Murray, o Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, fala sobre o exemplo que os protomártires dão hoje para a humanidade.